slide1 slide2

A Família: Um olhar a partir da beleza e da bondade - 9.Um precioso poliedro

 

 
 
 
Queridos leitores.

Depois de uma interrupção não prevista, mas necessária, devido a problemas de saúde entretanto já ultrapassados, volto à vossa presença, reforçado na convicção de que, como disse no último texto, é necessário continuar a percorrer o caminho a que somos convidados na Amoris Laetitia e que, como também disse, considero ser uma oportunidade que o Espírito nos está a ‘oferecer’ para aprofundar o Evangelho da Família, caminhando em ritmo de discernimento sinodal.

Continuar...

“A Pontualidade é uma exigência não só de ética como de economia”

Respeitar os prazos contratualizados no pagamento aos fornecedores no sector público significa contribuir para a “manutenção do emprego e da geração de riqueza”. Mas investir nesta gestão implica “uma forte disciplina financeira” e a “convicção” que o pagamento pontual é essencial para manter as empresas “capitalizadas” e, consequentemente, alavancar a “competitividade do País”. O VER conversou com os responsáveis de três Câmaras Municipais que são um exemplo do esforço que o Estado português tem feito para minimizar os atrasos na liquidação das facturas: os municípios de Arganil, Mafra e Sintra

Continuar...

Divulgar a verdade é um dever de consciência

É com um misto de dor – porque a guerra é sempre dolorosa – e de gratidão – por poder ajudar quem mais precisa – que Guadalupe Rodrigo tem estado na Síria desde 2011, dando apoio aos milhares de vítimas que, todos os dias, fintam a morte. E contar a verdade ao mundo é, para si, um privilégio mas também um dever. A missionária argentina veio recentemente a Portugal para dar o seu testemunho sobre a guerra. E pretende voltar em breve a um dos sítios “onde mais ninguém quer ir”

Continuar...

“O dinheiro deve servir em vez de governar”

 “É urgente recuperar o sentido social da actividade financeira e bancária com a melhor inteligência e criatividade dos empresários”. Aos mais de 500 líderes reunidos há poucos dias, no Vaticano, para discutir o valor da inclusão económica e social, o Papa Francisco destacou três riscos para a actividade empresarial: o da finalidade do lucro, o da corrupção e o da falta de gratuidade

Continuar...

Construir uma Casa Comum onde se viva humanamente

Numa reflexão sobre o propósito da Laudato Sì, a ambiciosa encíclica do Papa Francisco dedicada à sustentabilidade do planeta, o investigador e docente Henrique Leitão destaca o “argumento global” contido no documento, que integra “os múltiplos aspectos da relação da humanidade com a Terra” – das graves ameaças ambientais à relação do homem com a natureza. Na sua perspectiva, o grande desafio é enfrentar o “paradigma tecnocrático”, desenvolvendo “sociedades tecnológicas” onde se possa “viver humanamente”

Continuar...