slide1 slide2

“A corrupção não se perdoa, tem de ser curada”

Há muitos anos que o Papa Francisco aponta o dedo à corrupção na sociedade globalizada. Em “Corrupção e Pecado” torna essencial a toda a humanidade que é preciso denunciar, para poder curar, “o pecado que entra na consciência e não deixa lugar”, sem arrependimento. Porque “a corrupção não é um acto mas um estado pessoal e social, em que nos habituamos a viver. Transforma-se numa cultura”

Continuar...

Porque é possível enriquecê-lo, sem o explorar

Pioneira, desde 1976, na cruzada a favor de muitos dos ideais de sustentabilidade que fazem obrigatoriamente parte das empresas socialmente responsáveis da actualidade, a The Body Shop comemora, este ano, o 30º aniversário do seu bem-sucedido programa de comércio justo com as comunidades, uma das várias bandeiras que começou por ser acenada pela sua irrequieta, ambientalista e idealista fundadora. Anita Rodick morreu há 10 anos, mas o seu legado continua vivo. Aquilo a que chamou “liderança moral” – ou a crença de que uma empresa pode ser simultaneamente ética e lucrativa – transformou-se num movimento corporativo e a empresa continua a perseguir o sonho que idealizou: ser a “mais ética e sustentável do mundo”

Continuar...

“Os investimentos globais na água devem ser triplicados”

Encontrar soluções de cooperação para os inúmeros desafios relacionados com a escassez de recursos hídricos e a sua premente gestão sustentável é a prioridade do 8º Fórum Mundial da Água, que o World Water Council realiza em Março de 2018, e para o qual se aceleram reuniões e estudos preparatórios, com vista a incluir o tema no topo da agenda política mundial. O investimento em infra-estruturas que melhorem a segurança da água e a resiliência da gestão dos recursos garante um elevado retorno para as populações, as economias e o meio ambiente, mas falta partilha de responsabilidades e acções entre governos e privados

 

Continuar...