slide1 slide2

Igreja na Colômbia abre casa de passagem para migrantes que fogem da crise na Venezuela

BOGOTÁ, 08 Jun. 17 / 12:00 pm (ACI).- A Diocese colombiana de Cúcuta, na fronteira coma Venezuela, abriu a casa de passagem “Divina Providência” para colher os imigrantes venezuelanos que deixam o país, que enfrenta uma crise social, econômica e política.

 

O site da Conferência Episcopal Colombiana (CEC) informou que a casa “Divina Providência” foi inaugurada no dia 5 de junho e oferecerá “ajuda material, pastoral e espiritual aos milhares de venezuelanos que a cada dia atravessam a fronteira” em busca de alimentos, remédios, artigos de higiene, entre outros, e possibilidades de sustento.

“A Diocese de Cúcuta quer viver a caridade, este é um espaço de serviço aos irmãos”, afirmou Dom Victor Manuel Ochoa Cadavid, Bispo de Cúcuta, ao se referir à casa, que é possível graças à solidariedade dos habitantes da região de fronteira entre Colômbia e Venezuela.

“Quero lançar uma palavra de afeto a todos os que ajudam os irmãos da Venezuela que vêm buscar o pão necessário em Cúcuta. Devemos amar esses irmãos necessitados; eles são Cristo que sofre, que passa por provações neste momento da vida e da história”, enfatizou.

A casa “Divina Providência” está localizada junto à Paróquia São Pedro Apóstolo, no setor La Parada e tem mais de 1.500 metros quadrados.

Pe. David Caña indicou que, “no primeiro dia, foram entregues cerca de mil almoços, 400 preparados neste local e o restante provenientes de diferentes partes de Cúcuta: Santander, Atalaya, La Liberdad”