slide1 slide2

Andrea Bocelli: “Papa Francisco é um presente do céu”

Famoso tenor diz que encontro foi uma oportunidade de abraçar um homem de Deus

 

Philadelphia, 28 de Setembro de 2015 (ZENIT.org) - O Papa Francisco é um presente do céu e uma bênção para o mundo, disse à ZENIT o famoso tenor italiano, que cantou no Encontro Mundial das Famílias sábado à noite, na Filadélfia.

Considerado um dos maiores talentos da atualidade, Andrea Bocelli vendeu mais de 70 milhões de discos no mundo inteiro. O premiado e internacionalmente conhecido tenor italiano não teve uma vida fácil. Nascido em 1958, Bocelli sofria de glaucoma congênito. Depois de sofrer uma hemorragia cerebral após um acidente jogando futebol, ele perdeu a visão. Depois de estudar direito, ele perseguiu a carreira musical, com a qual conquistou o mundo. O cantor de 56 anos é casado e tem três filhos, além disso, tem uma instituição de caridade. Bocelli encontrou o atual e os dois Papas anteriores.

"É uma grande honra estar na Filadélfia e ter a possibilidade de cantar, mais uma vez, em frente ao Santo Padre, dando assim a minha humilde contribuição como um católico fervoroso", disse Bocelli.

"Santo Agostinho - destacou ele - nos lembra que o canto pode ser uma forma extraordinária de oração. Esta é a minha meta, a minha intenção: levar a alegria de rezar juntos".

Sobre o Santo Padre, Bocelli destacou que o "Papa Francisco é uma bênção dada ao mundo".

"Eu tenho por ele uma sincera e profunda admiração", disse ele. "Eu acho que esta viagem representa para os Estados Unidos uma oportunidade preciosa para abraçar este gigante, um homem de Deus, um presente do Céu, um ponto de referência e uma fonte providencial de esperança para o nosso mundo".

A presença do Papa Francisco no Encontro Mundial das Famílias na Filadélfia, disse o famoso tenor, “enfatiza a importância fundamental do sujeito e da mensagem que este encontro de grande valor espiritual encarna, que é o papel da família como principal e insubstituível alicerce da sociedade".

Quando a famosa revista Vanity Fair nomeou Papa Francisco homem do ano em 2013, Andrea Bocelli foi uma das seis pessoas entrevistadas para comentar sobre o novo Papa. Bocelli disse que quando ouviu as primeiras palavras do Papa Francisco seus olhos se encheram de lágrimas.

"O Papa Francisco entrou em meu coração; conquistou-o com sua genuína humildade, com a força ‘desarmante’ de sua fé, com tudo o que ele passou que ilumina suas palavras e abranda com o tom da sua voz", disse ele.

Durante uma conferência de imprensa no Vaticano em maio, Bocelli respondeu a uma pergunta de ZENIT sobre sua família. Bocelli confirmou que é verdade que um médico disse a sua mãe para não levar adiante a gravidez. "É verdade", disse ele, destacando que, se sua mãe tinha terminado a gravidez porque os médicos esperavam complicações, "eu não estaria aqui".

"Estou aqui porque a minha mãe decidiu levar adiante minha gravidez", disse ele.